quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

A nossa sociedade

Hoje, na minha aula de Ciências, estivemos a falar sobre a SIDA e o meu professor, esteve a falar da sociedade de hoje em dia e isso inspirou-me e decidi escrever aqui no meu blog.
A sociedade de hoje está com algumas ideias erradas, vou falar neste texto nomeadamente de Portugal.
A sociedade e Portugal já estiveram muito, muito melhor que hoje! Quem é o país que tem um escritor como o seu heroí? Raros países! Talvez Portugal seja um dos poucos ou o único! O nosso Luís de Camões foi um génio! Quem escreveria uma obra a valorizar os Portugueses como Deuses, assim tão bem escrita? O Fernando Pessoa é natural de que país? Portugal! Outro génio! Portugal foi muito ingrato para ambos, que só foram valorizados depois de mortos... Quem é que tinha um grande império e rompeu por mar adentro para descobrir novos países? Metade do mundo foi de Portugal. E agora o que somos? Um simples rectângulo que está com espanhoís ao lado e do outro lado um imenso mar azul que já foi nagevado para grandes feitos, e somos igualmente um rectângulo que cada vez fica mais pequeno e pobre.
Não sabemos aproveitar o nosso melhor. Lá foi o Fado valorizado! Quem são as pessoas mais conhecidas no mundo estrangueiro de Portugal? O Cristiano Ronaldo, que dá uns toques na bola, mas que não deve ter grandes estudos, o José Mourinho escapa pois é um bom treinador.
Mas quem hoje em dia fala de Luís de Camões? Pessoa? Talvez só nas aulas de Português... Já que não temos Ministro da Cultura, quando tinhamos também não valorizavamos nada de especial, quanto mais agora sem alguém para nos recordar da nossa cultura...
Querem acabar com as datas importantes, querem esquece-las no tempo e tirarem os feriados,é atirar Portugal ainda mais para o fundo, mas finalmente, uns historiadores descordaram! Ora muito bem!
Temos de começar a valorizar o nosso património e cultura, pois o que ainda nos salva é o turismo!
Eu sei que não passo duma míuda revoltada a escrever um texto que metade das pessoas começam a ler e desistem e vão ler outros textos com temas menos interessantes que tenha aqui escritos, mas se cada um se mentalizar que Portugal vai ter que ligar mais ao seu passado e rebrilhar, talvez acenda uma luzinha e Portugal brilhe no meio duma bola com mar e terra!